Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Livro didático

Presidente do FNDE participa da cerimônia de abertura da XVIII Bienal do Livro do Rio de Janeiro

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quinta, 31 Agosto 2017 20:38
Presidente do FNDE participa da cerimônia de abertura da XVIII Bienal do Livro do Rio de Janeiro

Até o dia 10 de setembro mais de 700 mil pessoas devem passar pelo evento

O presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia ligada ao MEC, Silvio Pinheiro, participou da abertura da 18º edição da Bienal Internacional do Livro nesta quinta-feira, 31/8, no Riocentro/RJ. A solenidade foi marcada pelo discurso de resgate e importância da leitura, atrelando o tema aos 4 elementos: água, terra, fogo e ar e sugerindo como quinto elemento essencial, a leitura. Na oportunidade, também foi lançada a campanha "Leia, Seja" com autores e personalidades da literatura brasileira, na intenção de incentivar as novas gerações a consumir livros.

Para elucidar a importância da leitura, Pinheiro lembrou que o FNDE é um dos maiores incentivadores do país. "Nossos programas do Livro tem alcance em todas as cidades brasileiras e, por isso, é de suma importância que nós estejamos aqui na Bienal. Este ano com uma motivação ainda mais especial que é a comemoração dos 80 anos da política pública do livro didático, aqui na cidade do Rio de Janeiro, que é o retrato da vocação cultural e criativa do Brasil" concluiu.

O Diretor de Ações Educacionais do FNDE, José Fernando Uchoa, disse que os estudantes brasileiros serão peça principal nesta comemoração. "O Ministro Mendonça Filho estará no Rio de Janeiro nesta sexta-feira para lançar o Concurso Literário que reunirá os maiores talentos das escolas públicas do Brasil na arte de escrever. Nós acreditamos que se valorizarmos o papel de cada estudante, estamos garantido para o futuro uma geração de grandes escritores e autores."

Também presente ao evento, o secretário de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Mansur Bassit, falou sobre a importância do acesso à cultura e do papel da bienal neste cenário. "A bienal é a festa do Livro e da leitura. Mas também é um encontro para todas as pessoas que acreditam na cultura e na leitura como ferramenta que forma melhores cidadãos".

Já o presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), Marcos da Veiga, anfitrião do evento, reforçou que na era digital é necessário o incentivo e o resgate do hábito de se ter um livro à mão. "É uma questão de resistência pelos livros. Eventos como a Bienal são fundamentais para reforçar o hábito da leitura".

Conheça o estande do FNDE

Com mais de 300 metros, o estande está localizado no pavilhão 4 e apresenta livros do Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD), do Programa Nacional Biblioteca da Escola, do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e muitas outras atrações. Os visitantes poderão conhecer até um ônibus do programa do Caminho da Escola.


Serviço:

18º Bienal Internacional do Livro Rio

Período: de 31 de agosto a 10 de setembro de 2017

Horários de funcionamento:

31 de agosto: 13h às 22h

7 de setembro (feriado): 10h às 22h

Durante a semana: 9h às 22h

Finais de semana: 10h às 22h

Local do evento:

Riocentro - Av. Salvador Allende, 6555 - Barra da Tijuca/Rio de Janeiro

Fim do conteúdo da página