Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Alimentação escolar

Programa de alimentação escolar brasileiro inspira evento africano sobre o tema

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Sexta, 01 Março 2019 10:08
Programa de alimentação escolar brasileiro inspira evento africano sobre o tema

Tendo como referência o PNAE, África comemora o Dia Africano da Alimentação Escolar nesta sexta-feira, 1º

Com o objetivo de discutir a política de alimentação escolar com base na experiência brasileira, autoridades representantes de diversos países africanos se reúnem nesta sexta-feira, 1º de março, em Abijan, na Costa do Marfim, para celebrar a 4ª edição do Dia Africano da Alimentação Escolar. A data comemorativa foi estabelecida em 2016 após visita da delegação da União Africana ao Brasil para conhecer a abordagem do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), gerenciado pelo Fundo Nacional de Alimentação Escolar (FNDE).

“O Brasil está comprometido em difundir a sua melhor tecnologia na produção de alimentos, na garantia da produção, da segurança alimentar e também em estimular todos aqueles que queiram melhor adequar a forma pela qual as suas crianças estarão se alimentando da maneira correta, respeitando a identidade cultural, respeitando a sua forma de manter a tradição e a qualidade dos alimentos que são ingeridos”, afirmou o presidente do FNDE, Carlos Alberto Decotelli, em vídeo enviado às autoridades africanas que participarão do evento.

Ao longo da última década, o Brasil construiu uma parceria forte com o Centro de Excelência contra a Fome e com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Atualmente, os projetos de cooperação Sul-Sul trilateral, que são baseados na troca de experiências entre nações, envolvem 33 países da África e 13 países da América Latina e Caribe.

PNAE – O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) oferece alimentação escolar e ações de educação alimentar e nutricional a estudantes da educação básica pública e é o único que atende a todas as escolas e a todas as etapas de ensino. Está presente nos 5.570 municípios brasileiros, atendendo, de forma universal, a mais de 40 milhões de alunos da educação básica, em cerca de 150 mil escolas, incluindo as indígenas, quilombolas, federais e as filantrópicas e comunitárias conveniadas com o poder público.

Por meio do programa, são servidas mais de 50 milhões de refeições diárias, totalizando mais de 10 bilhões de refeições por ano. Os recursos federais, de caráter suplementar ao aporte obrigatório feito por estados e municípios, somam em 2019 mais R$ 4 bilhões.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) considera o PNAE um exemplo de política pública eficaz de combate à insegurança alimentar e nutricional.

Veja abaixo a mensagem do presidente do FNDE, Carlos Alberto Decotelli, enviada às autoridades participantes do evento.

Mídia

Fim do conteúdo da página