Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2014

Agricultura familiar garante alimentação diversificada e saudável em Minas Gerais

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quarta, 25 Junho 2014 16:49
Agricultura familiar garante alimentação diversificada e saudável em Minas Gerais

O agricultor familiar Hamilton Geraldo Heredia, de 73 anos, leva uma vida modesta em sua chácara, no município de Arinos (MG). Mas a situação dele nunca foi tão boa. “Antes, eu não tinha para quem vender, perdia muitos produtos”, conta. “Agora, tenho comprador certo. Isso me ajudou demais. Pude até comprar um caminhãozinho para entregar as caixas de legumes e verduras”, comemora.

O comprador certo de Hamilton é o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), executado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). De acordo com o programa, 30% de todo o recurso repassado pelo FNDE para alimentação escolar deve se destinar à aquisição de produtos da agricultura familiar. A regra, implementada há cinco anos, foi a salvação da lavoura do agricultor, que fornece às escolas públicas do município batata, banana, mamão, cebola e abóbora.

Hamilton não é o único da região a se beneficiar do Pnae. No município vizinho de Buritis (MG), o agricultor Luiz Nei de Andrade, mais conhecido como Neguinho, entrega todos os meses mais de duas toneladas de produtos para a alimentação escolar.

O agricultor foi capataz de fazenda durante 17 anos e sempre alimentou o sonho de ter sua própria terra. Pediu demissão e juntou todas as economias para comprar sua terra. “Vendi até a bicicleta dos meninos para inteirar o dinheiro”, conta, às gargalhadas. No começo, as coisas pareciam difíceis. Comercializava a produção nas feiras da cidade. Há quatro anos, passou a vender para a merenda escolar. “Aí, melhorou demais da conta”, disse. Diferentemente da venda em feiras, em que não há garantia de venda, a aquisição para a alimentação escolar dá mais segurança aos agricultores.

Com o recurso do Pnae, Neguinho investiu na produção e comprou oito vacas de leite. Os próximos passos são adquirir uma ordenhadeira e passar a entregar queijo de qualidade para o Pnae.

Os filhos de Neguinho, que perderam a bicicleta, são agora duplamente beneficiados: a melhora no orçamento familiar permite mais gastos com os filhos e eles ainda desfrutam dos produtos fresquinhos nas refeições que fazem na escola, para onde vão a bordo de um ônibus do programa Caminho da Escola.

Se depender da prefeitura de Buritis, mais agricultores serão beneficiados. “Pretendemos adquirir tudo diretamente dos agricultores familiares, porque queremos ser referência nessa área”, informa o secretário de Ação Social do município, João Flávio Apolinário Braga.

Confira outras histórias nos links abaixo.

Fim do conteúdo da página