Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2016

Rio Grande do Sul inaugura três novas creches do Proinfância

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Segunda, 22 Fevereiro 2016 17:45
Rio Grande do Sul inaugura três novas creches do Proinfância Divulgação

A cidade de Rio Grande (RS) inaugurou nesta segunda-feira, 22, três novas creches, construídas com recursos do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância). As novas unidades, juntas, terão capacidade para atender 720 crianças em tempo parcial ou 360 em tempo integral e tiveram investimento total de R$ 3,9 milhões.

Durante as inaugurações, o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Idilvan Alencar, ressaltou o esforço do governo federal em auxiliar os municípios a alcançar mais matrículas na educação infantil, como dispõe a meta 1 do Plano Nacional de Educação (PNE). “Estamos dando todo o suporte às prefeituras para que acelerem as construções de novas creches, a fim de que o país atinja o objetivo proposto no plano. Por isso, é grande a satisfação de inaugurar três creches de uma só vez aqui na cidade de Rio Grande”, afirmou.

A meta 1 do PNE se refere a universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de quatro e cinco anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches, de forma a atender, no mínimo, 50% das crianças de até três anos até o final da vigência do plano, em 2020.

O Proinfância tem o objetivo de prestar assistência financeira aos municípios para garantir o acesso de crianças a creches e escolas de educação infantil da rede pública. As unidades construídas são dotadas de ambientes essenciais para a aprendizagem das crianças, como: salas de aula, sala multiuso, sanitários, fraldários, recreio coberto, parque, refeitório, entre outros ambientes, que permitem a realização de atividades pedagógicas, recreativas, esportivas e de alimentação, além das administrativas e de serviço.

Fim do conteúdo da página