Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Hackathon 2019

Hackathon: solenidade de abertura recebe competidores

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Sexta, 25 Outubro 2019 20:50
Hackathon: solenidade de abertura recebe competidores

Equipes da Dataprev conheceram nesta sexta os desafios propostos pelo FNDE

Começou nesta sexta-feira, 25, o aquecimento para a maratona de programação envolvendo profissionais da Dataprev, encarregados de buscar soluções para desafios estratégicos propostos por mentores do FNDE. Os "atletas" da tecnologia, desenvolvedores de softwares de diferentes estados, receberam as boas-vindas na solenidade de abertura do IV Hackathon Dataprev, evento paralelo ao Hacktudo 2019, um dos principais festivais de cultura digital do país, que acontece até domingo, 27, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro.

Representando o presidente do FNDE, Rodrigo Sergio Dias, a diretora de Ações Educacionais, Karine Silva dos Santos, elogiou a iniciativa e ressaltou a dificuldade que o FNDE tem em dialogar com seus diversos públicos, principalmente os alunos. "São mais de 160 mil escolas espalhadas pelo Brasil, sejam urbanas, rurais, quilombolas ou indígenas. É em cima desse universo que precisamos construir novos caminhos para tornar nossas políticas públicas ainda mais eficientes e eficazes lá na ponta", afirmou Karine.

Pela Dataprev, o diretor de Relacionamento e Negócio, André Côrte, ressaltou que o hackathon já está se tornando tradição na empresa, porém a parceria com o FNDE vai garantir, pela primeira vez, uma missão concreta. "É um marco. O FNDE tem uma grande importância para a Dataprev, em termos de ser um potencial cliente. Mas, antes, possui uma relevância imensurável para a sociedade. E isso nos conecta", disse Côrte.

Ainda se pronunciaram a diretora de Tecnologia e Inovação do FNDE, Ana Cristina Bittar de Oliveira; o diretor de Tecnologias e Inovações da Dataprev, Tiago de Oliveira; e o secretário adjunto de Governo Digital do Ministério da Economia, Ciro Avelino.

Desafios

Após a abertura, as cinco equipes pré-selecionadas pela Dataprev finalmente conheceram os 13 desafios do FNDE, vinculados a necessidades tecnológicas reais de gerenciamento de seus programas e ações educacionais. Cada equipe terá até a manhã de sábado para escolher apenas um desafio a ser trabalhado durante o fim de semana. Serão 28 horas ininterruptas para se debruçarem sobre importantes alternativas de melhoria da educação pública brasileira.

Saiba quais foram os desafios propostos:

1 Desenvolver aplicativo do Fies, unificando informações aos estudantes e às instituições de ensino superior

2 Desenvolver modelo de monitoramento de preços das mensalidades praticadas no Fies

3 Qualificar funcionalidades do Siope

4 Aperfeiçoar sistemas de consulta a legislações e a movimentações bancárias de entes executores dos programas do FNDE

5 Criar o Observatório PDDE, ferramenta de produção de informação e divulgação de conhecimento

6 Criar sistema de engenharia de tráfego no âmbito dos programas de Transporte Escolar e Caminho da Escola

7 Modernizar a análise de prestação de contas dos programas de apoio à manutenção escolar

8 Determinar o custo da alimentação escolar no Brasil, de forma regionalizada

9 Instituir processo de avaliação do impacto do Pnae no Brasil

10 Agilizar e dar maior segurança à habilitação de obras e editoras no âmbito do PNLD

11 Automatizar a gestão das etapas de contratação de editoras no âmbito do PNLD

12 Automatizar o processamento do PNLD

13 Disponibilizar recursos digitais do PNLD a todas as escolas, com segurança, controle e proteção de direitos autorais

Ao final do evento, uma comissão multidisciplinar, formada por servidores do FNDE e do Ministério da Educação, selecionará o trabalho vencedor, seguindo critérios como criatividade, inovação, qualidade técnica e complexidade de implantação. Serão premiadas as três equipes melhores pontuadas, de acordo com a avaliação dos jurados.

Fim do conteúdo da página