Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Corregedoria

FNDE recebe sua primeira corregedora

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Segunda, 03 Agosto 2020 13:28
FNDE recebe sua primeira corregedora

Servidora federal, Jussara Santos Mendes tomou posse nesta segunda-feira, 3 de agosto

A prevenção e o combate a possíveis desvios de conduta e práticas ilícitas ganham reforço nesta segunda-feira, 3, no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Integrante da Carreira de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU) desde 1995, a servidora pública federal Jussara Santos Mendes toma posse como a primeira corregedora da autarquia. O novo órgão passou a integrar a estrutura do FNDE em maio passado, por meio da Portaria nº 299/2020.

“Com esta medida, damos um passo importante no FNDE. A implementação da corregedoria é algo que já vinha sendo tratado na antiga gestão e nosso objetivo é dar continuidade a essas ações que visam trazer melhorias para a autarquia. O novo setor é importante tanto do lado preventivo quanto do coercitivo. Vem para melhorar a nossa governança e evitar que algum ato de agente interno ou externo possa prejudicar a boa execução dos nossos programas e ações educacionais”, ressaltou o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, que recebeu a corregedora ao lado dos diretores da autarquia.

Advogada, Jussara Mendes é especialista em Gestão Pública pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e pós-graduada em Novas Tendências do Direito Público e Avaliação de Políticas Públicas pelo Uniceub. Foi corregedora-geral do Ministério da Integração Nacional entre 2009 e 2014 e assumiu o mesmo cargo no Ministério da Saúde entre 2016 e 2019. Também foi corregedora setorial do Ministério das Cidades junto à CGU.

“Com a criação da Corregedoria do FNDE vislumbra-se uma mudança de paradigmas dentro da autarquia, com o fomento de medidas que preservem o senso de probidade e integridade, a apuração e responsabilização de agentes e servidores públicos em face de sua conduta funcional. O apoio da alta gestão na criação da unidade seccional fará com que a atividade disciplinar funcione como ferramenta fulcral e eficaz, sendo parte integrante do sistema de Integridade da instituição. Sem dúvida, ser a primeira corregedora desta autarquia, além de uma honra, é um trabalho árduo, mas que com apoio, dedicação, competência e planejamento trará avanços significativos para o FNDE”, afirmou Jussara.

Entre as atribuições da nova corregedora estão: identificar e corrigir atos que possam causar danos ao erário e prejudicar a execução dos programas e ações sob a responsabilidade do FNDE; combater a corrupção; coordenar e instaurar procedimentos investigativos, processos disciplinares e de responsabilização de entes privados; e promover ações de esclarecimento e capacitação, dentro do FNDE, sobre as atividades de correição.

c379e6b9 d0dd 4761 98cd 02f7337ee1da 

Fim do conteúdo da página