Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Livro didático

Encontro on-line discutiu soluções inovadoras para o Programa Nacional do Livro e do Material Didático

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quinta, 03 Setembro 2020 14:20
Encontro on-line discutiu soluções inovadoras para o Programa Nacional do Livro e do Material Didático

Pela primeira vez, o Café do Conhecimento do FNDE foi realizado em formato digital e contou com cinco salas de reuniões simultâneas

Na quarta-feira, dia 2 de setembro, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) realizou o primeiro Café do Conhecimento em formato digital. Desta vez, o tema foi o Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) e os novos conceitos e desafios para a distribuição digital. O encontro on-line contou com a presença da equipe da Diretoria de Ações Educacionais (DIRAE), técnicos do FNDE, representantes de escolas, professores, editoras, órgãos de controle e convidados especialistas da área educacional.

O evento foi pensado para estimular a reflexão sobre novos materiais a serem inseridos no programa e tratar das possibilidades e dos desafios do processo de modernização dessa política pública que tem abrangência nacional. O Diretor de Ações Educacionais do FNDE, Garigham Amarante, abriu o encontro on-line com uma mensagem de incentivo aos participantes. “Sejamos exemplo com essa nova formatação do PNLD digital, vamos nos esforçar para que os nossos livros digitais cheguem nas casas de todos os alunos”.

A Coordenadora-Geral dos Programas do Livro, Nádja Cézar, destacou que o evento foi planejado para buscar novos caminhos para o Programa Nacional do Livro e Material Didático. “A ideia desse nosso evento é discutir os novos rumos do PNLD no formato digital e articular quais os materiais e de que forma o FNDE pode viabilizar o novo Programa Nacional do Livro Didático, a partir dessa perspectiva de livros digitais”. Os participantes puderam partilhar ideias sobre questões como a distribuição de livros didáticos (e-books) e materiais digitais para os alunos. Muitos lembraram que nesta época de pandemia da Covid-19 tem sido cada vez mais nítida a necessidade de utilizar a tecnologia na área educacional, mas sem esquecer das diferentes condições de acesso ao digital nas regiões do país.

O modelo do Café do Conhecimento

O formato do Café do Conhecimento consiste na reunião de um grupo de pessoas que debatem um tópico comum, para assim alcançar o conhecimento coletivo, compartilhar ideias e ganhar compreensão mais profunda das questões envolvidas. No tocante ao modelo on-line, foram necessárias salas de discussão simultâneas, para que os participantes pudessem transitar entre elas e acompanhar todas os debates.

O modelo on-line segue a proposta do FNDE de investir cada vez mais em projetos inovadores. Foram realizadas rodas de conversas com foco nas novas demandas tecnológicas da educação. Ao todo, os membros puderam compartilhar experiências pessoais e trocar informações em cinco salas virtuais.

“Com essa tecnologia, possibilitamos a interação dos participantes sem que eles precisassem sair de casa ou do local de trabalho, e até mesmo pudemos contar com a presença de pessoas de outras cidades, fora de Brasília. Foi um evento piloto no FNDE, e estamos muito felizes com o resultado. A utilização de salas simultâneas promovendo a integração foi muito bem aceita pelos participantes, que gostaram muito de poder contribuir com o tema”, disse o coordenador de Educação Corporativa do FNDE, Carlos Fortini.

Para Nádja Cézar, a reflexão conjunta se fez fundamental para adequar o programa às reais necessidades das escolas. “Estamos usando um modelo inovador e diferenciado, uma nova maneira de interagir. É uma oportunidade para todos os agentes que compõem esse projeto, oportunidade de olharmos nossas relações, nos comunicarmos e discutirmos novas ideias sobre o PNLD no formato digital”, concluiu.

Fim do conteúdo da página