Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2010

Reunião avalia planos de ações articuladas

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Terça, 13 Abril 2010 12:06

ASCOM-FNDE (Brasília) – Coordenadores de acompanhamento dos planos de ações articuladas (PAR) de 25 estados e pesquisadores de 16 universidades federais reúnem-se de hoje, 13, a quinta-feira, 15, no auditório do Ministério da Educação (MEC), em Brasília, para avaliar o desempenho dos PARs municipais. Os planos de ações articuladas são o planejamento das ações a serem executadas por cada estado, município e Distrito Federal, tanto no campo da infraestrutura física quanto na área pedagógica, para conseguir melhorar seu Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Ao descrever o PAR como um instrumento que permite elaborar diagnósticos de estados e municípios, focando em ações que modifiquem os índices da educação no país, o secretário-executivo do MEC, José Henrique Paim, afirmou que “a partir de sua criação, inauguramos um novo padrão de relacionamento com os estados e municípios”. Segundo ele, o crescimento vertiginoso dos orçamentos do MEC e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) nos últimos anos deveu-se à melhora no desempenho dos projetos da educação.

Online – “As estatísticas são favoráveis ao PAR”, disse Renilda Peres de Lima, diretora de assistência a programas especiais do FNDE, que está promovendo o encontro. Dos 5.564 municípios brasileiros, 5.534 elaboraram seus PARs, dos quais 5.400 já tiveram os projetos aprovados para receber recursos da autarquia. Além disso, 4.200 municípios estão cadastrados no Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Simec), que permite o acompanhamento e monitoramento dos planos online e 2.320 foram visitados por técnicos das secretarias estaduais de educação e das universidades federais envolvidas.

Durante o encontro, os pesquisadores vão apresentar os resultados de estudos feitos a partir da observação do desempenho do PAR em todas as regiões brasileiras. Falhas, acertos e experiências serão avaliados e apresentados a fim de serem elaboradas novas diretrizes e formulado um cronograma de ações para 2010.

creche1

Assessoria de Comunicação Social

Fim do conteúdo da página