Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2007

AM e SP recebem capacitação do PDDE

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quarta, 12 Setembro 2007 00:00

ASCOM-FNDE (Brasília) – Agora é a vez de Manaus (AM) e Avaré (SP) receberem as equipes de técnicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a semana de capacitação do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). De 10 a 14 de setembro, duas equipes se dividem na promoção de treinamentos. Em Manaus, a oficina acontece na Secretaria Municipal de Educação (Avenida Recife, nº 2.549, Centro). Em Avaré, a oficina é no Teatro Municipal de Avaré (Rua Rio Grande do Sul, Centro).

A realização de oficinas de capacitação é uma prática adotada nos últimos quatro anos, seguindo orientação da resolução anual expedida pelo FNDE, que estabelece os critérios de execução do PDDE. As oficinas servem para que os técnicos discutam com os participantes cada detalhe da resolução, destacando os pontos mais importantes, dirimindo as dúvidas e ensinando o preenchimento dos formulários, por exemplo.

Com relação às dúvidas, as mais freqüentes são sobre como gastar o dinheiro do PDDE e, na prestação de contas, o que vem a ser uma nota quitada – uma nota fiscal com carimbo da empresa que vendeu o produto, com a discriminação do que foi adquirido e a destinação nominal do programa do FNDE. Outra dúvida recorrente é sobre a “reprogramação do dinheiro”. De acordo com a coordenadora-geral de Apoio à Manutenção Escolar (Cgame), Iracema Bovo , os técnicos explicam que a reprogramação do dinheiro é algo muito fácil de fazer. “Basta que o responsável pela prestação de contas retire um extrato do banco e ponha, no campo específico do formulário, o saldo que ainda existe na conta corrente no final do ano”, afirma.

Nestes encontros, os técnicos esclarecem ainda que é fundamental a adesão ao programa e a apresentação dos documentos para o cadastramento, por parte das escolas. Terminada a jornada do treinamento, os técnicos vão às escolas observar de perto o funcionamento e aproveitam para explicar novamente os procedimentos do programa.

Na cidade de Manaus, 60 representantes da Secretaria Municipal de Educação, além de outros participantes da prefeitura da cidade, das unidades executoras (as chamadas associações de pais e mestres ou caixas escolares) e diretores de escolas participam do treinamento, enquanto que em Avaré o público presente à capacitação é de 100 pessoas. Dessas, participam representantes das secretarias de educação, unidades executoras e diretores de escolas dos municípios de Avaré, Arandu, Águas de Santa Bárbara, Barão de Antonina, Cerqueira Cesar, Coronel Macedo, Fartura, Iaras, Itaporanga, Itaí, Manduri, Paranapanema, Piraju, Sarutaiá e Taguaí.


Repórter: Lucy Cardoso

Fim do conteúdo da página