Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2015

FNDE é premiado em concurso de boas práticas de gestão

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quarta, 02 Dezembro 2015 17:45
FNDE é premiado em concurso de boas práticas de gestão

Pela terceira vez consecutiva, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) teve uma de suas ações reconhecida no Concurso de Boas Práticas, da Controladoria-Geral da União (CGU). Nesta edição, as atividades de monitoramento de obras da educação básica deram à autarquia o 1º lugar na categoria Aprimoramento dos Controles Internos.

O módulo Obras 2.0, do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec), mudou a maneira como as obras da educação básica são monitoradas, ao eliminar a necessidade de documentos em papel e de visitas in loco. Neste módulo, os gestores municipais inserem informações sobre todo o processo de execução das obras a fim de subsidiar os técnicos do FNDE.

As obras são georreferenciadas, ou seja, localizadas de acordo com suas coordenadas em um mapa. Além disso, o sistema abriga fotos de todo o histórico de vistorias. A partir desta iniciativa, foi possível obter mais agilidade no tratamento das informações, de forma a dar mais transparência ao processo, e obter melhor controle sobre o repasse de recursos.

Este é o quarto prêmio que o FNDE recebe dentre as três edições do concurso da CGU. Isso porque, no ano passado, foram premiadas duas ações: a metodologia de execução do Proinfância e o Plano de ações Articuladas (PAR), ambas na categoria Fortalecimento dos Controles Internos Administrativos. Em 2013, o Sistema de Gerenciamento de Adesão a Registro de Preços (Sigarp) recebeu o prêmio de 1º lugar na categoria Aprimoramento dos Controles Internos Administrativos.

O 3º Concurso de Boas Práticas da CGU foi realizado em cinco etapas e dividiu os inscritos em cinco categorias: Aprimoramento das Auditorias Internas; Aprimoramento dos Controles Internos; Aprimoramento das Apurações Disciplinares e de Responsabilização de Entes Privados; Aprimoramento das Atividades de Ouvidoria e Promoção da Transparência Ativa e ou Passiva.

Dentre 66 inscrições, a comissão organizadora escolheu as três melhores práticas em cada grupo, que foram avaliadas segundo critérios previamente estabelecidos, como criatividade e inovação, custo-benefício, impactos da iniciativa para a efetividade, simplicidade e replicabilidade.

A solenidade de premiação está prevista para ser realizada em Brasília, na próxima quarta-feira, 9, quando se celebra o Dia Internacional Contra a Corrupção.

Fim do conteúdo da página