Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2007

Seminário do Promed consolida relatório final de projeto

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quinta, 05 Abril 2007 00:00

ASCOM-FNDE (Brasília) – Nos dias 10 e 11 de abril, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) vai receber representantes das secretarias estaduais de Educação parceiras na execução do Programa de Melhoria e Expansão do Ensino Médio (Promed), para elaboração do relatório final do projeto. O documento deverá consolidar o desempenho e os resultados do Promed, resultado de acordo entre o Ministério da Educação e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Durante o seminário, serão avaliados o desempenho do programa pela ótica do financiador e do executor e os resultados alcançados nos subprogramas A e B: "financiamento de projetos de investimentos das unidades federadas" e "políticas e programas nacionais".

A Diretoria de Assistência a Programas Especiais do FNDE selecionou seis experiências significativas nos estados para enriquecer o debate. Bahia, Acre, Tocantins, Rio de Janeiro, Pernambuco e São Paulo terão a oportunidade de mostrar o que foi feito e o que deu certo em suas escolas de ensino médio, aplicando os recursos recebidos do Promed.

"Escolhemos esses Estados por terem implementado ações de impacto na rede de ensino médio, como desenvolvimento de programas de capacitação de profissionais da educação; melhoria significativa da infra-estrutura escolar; ampliação da rede física; desenvolvimento de projetos juvenis; implantação de sistema de reordenamento da rede de escolas e de vídeo conferência com equipamento de última geração", afirma Cezar Steinhorst, coordenador do Promed. "Outro critério adotado para a escolha dos estados foi o excelente desempenho na execução das metas física-financeiras apresentado ao longo dos seis anos do projeto".

O encontro será no Saint Paul Hotel, SHS Quadra 2, bloco H, lote 5, em Brasília.

Promed – Com um orçamento de US$ 220 milhões, dos quais 50% são provenientes de contrato de empréstimo firmado entre o Ministério da Educação e o BID e a outra metade, de contrapartida nacional (U$ 39,3 milhões do Tesouro Nacional e U$ 70,7 milhões dos estados), o programa tem por objetivos melhorar a qualidade e a eficiência do ensino médio, expandir sua cobertura e garantir maior eqüidade social. O acordo terminou em janeiro de 2007, e agora o programa está em fase de finalização e avaliação. O MEC já acertou com o BID o Promed II, que deve iniciar no segundo semestre deste ano.


Repórter: Lucy Cardoso

Fim do conteúdo da página