Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Programas do livro

Ziraldo faz palestra no Encontro do Livro em Salvador

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quinta, 22 Março 2018 10:19
Ziraldo faz palestra no Encontro do Livro em Salvador

Um dos mais notáveis cartunistas e escritores brasileiros falou para mais de 300 técnicos, na tarde desta quarta-feira, 21

O cartunista e escritor Ziraldo, no auge dos seus 85 anos de idade, ministrou nesta quarta-feira, 21, palestra para mais de 300 técnicos participantes do 15º Encontro Nacional do PNLD, na cidade de Salvador, Bahia. Durante sua apresentação, defendeu a necessidade de se estimular as crianças a cultivarem o hábito da leitura frequente, pois “esta é uma das ferramentas mais eficazes para melhorar a educação do país, deixando os estudantes mais preparados para os desafios do mundo atual”, afirma o autor.

Durante o evento, lembrou-se de uma de suas primeiras professoras, Katia, que serviu de inspiração para a “Professora Maluquinha”. “Ela era muito jovem e, talvez por sua pouca experiência na época, usava em sala de aula métodos como o teatro, contação de histórias e longos bate-papos sobre temas diversos”. Ele lembrou também que, “quando chegava a hora do recreio, ninguém queria sair para brincar, porque a aula dela era tão divertida que a gente aprendia e se interessava sem se cansar”, e acrescentou que “nesse meio tempo, ela conseguia ter muito mais êxito no ensino do português, da matemática ou de qualquer outro assunto”.

Ziraldo ressaltou ainda a importância dos elementos que são aprendidos no ambiente familiar. “Às vezes os pais não sabem conversar com os filhos em casa, então a escola precisa ensiná-los. Eu mesmo era uma criança chata, queria saber tudo e, por sorte, meus pais tinham muita paciência. Me deixavam desenhar, pintar, brincar, conversar, perguntar. Eles tinham uma sensibilidade muito rara, apesar de morarmos numa pequena cidade no interior de Minas. Conversem com as crianças e as deixem conversar, debater, divergir, entender”.

A apresentação do autor trouxe muitas recordações de sua juventude e, para concluir, lembrou de uma última, que emocionou a plateia. “Sempre vi meu pai lendo, ele estava sempre com um livro na mão e este era sempre o presente que eu recebia, não importava a data comemorativa. Eu queria brinquedos, mas só ganhava livro. Deem livros às crianças!”.

Leo Martins, coordenador das Bibliotecas da cidade de Vitória, no Espírito Santo, disse que Ziraldo sempre foi sua grande inspiração. “Sou professor de letras, mas passei a gostar de ler, ainda na infância, por causa de seus livros e das imagens que desenhava. Hoje consigo trabalhar de forma muito mais interessante e lúdica, através do incentivo à leitura, principalmente para os alunos de anos iniciais que aprendem, por meio de suas obras, a importância da literatura e também a grandeza do escritor que ele é”.

Ziraldo escritor, cartunista, chargista, pintor, dramaturgo, caricaturista, cronista, desenhista, humorista, colunista e jornalista brasileiro. Além de ser o criador de personagens famosos, como o Menino Maluquinho, é, atualmente, um dos mais conhecidos e aclamados escritores infantis do Brasil.

Confira aqui a programação do 15º Encontro Técnico Nacional do PNLD.

Fim do conteúdo da página