Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2007

Brasil leva programa de merenda escolar a Cabo Verde

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quinta, 25 Janeiro 2007 01:00

ASCOM-FNDE (Brasília) – Técnicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) embarcam no próximo dia 8 para Praia, capital de Cabo Verde. Eles irão ajudar a implementar, no país africano, um programa de merenda escolar nas escolas públicas de ensino básico, semelhante ao brasileiro. A iniciativa faz parte de um memorando de entendimento assinado, no ano passado, pelo FNDE com a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Angola, Moçambique e Cabo Verde.

Os três países são atendidos na área alimentar pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA) da Organização das Nações Unidas (ONU), criado com o objetivo de resolver situações emergenciais. Mesmo depois das emergências, porém, aquelas nações continuaram por vários anos sendo assistidas pelo PMA, que está agora saindo da região. Segundo Márcia Molina, coordenadora de monitoramento e avaliação do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), a escolha do Brasil para dar assistência técnica em alimentação escolar se deve ao sucesso da experiência.

"O Pnae é universal. Seus princípios são voltados para direitos humanos, acompanhamento, recursos descentralizados e fomento local", exemplifica Márcia Molina. Ela destaca o fato de a compra da merenda ser local, o que permite movimentação do comércio e aquisição de produtos naturais e saudáveis. A formação e a capacitação de conselhos da alimentação escolar são outros pontos positivos para acompanhar e fiscalizar o programa.

Em Cabo Verde, a missão do FNDE permanecerá até o dia 22 de fevereiro, visitando escolas, vendo a realidade, as condições socioeconômicas e a produção agrícola. Em seguida, a missão vai propor um programa semelhante ao Pnae. Participarão das ações representantes do Ministério da Educação de Cabo Verde e de organizações não-governamentais.

O programa atenderá a cerca de 100 mil alunos da educação básica de Cabo Verde, a partir do final deste ano.

No Brasil, a merenda escolar é oferecida a 37 milhões de estudantes matriculados em escolas públicas de ensino fundamental. Com orçamento de R$ 1,5 bilhão em 2006, o Pnae  é considerado um dos maiores programas na área de alimentação escolar no mundo. Mais informações no sítio do FNDE.


Súsan Faria

Fim do conteúdo da página