Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2005

Em Pedra do Indaiá, população participa da gestão da alimentação escolar

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quarta, 09 Novembro 2005 01:00

ASCOM-FNDE (Brasília) - Com o objetivo de democratizar o programa de alimentação escolar do município mineiro de Pedra do Indaiá foram desenvolvidas ações para aumentar a participação da população, como a inclusão de um grupo da melhor idade no Conselho de Alimentação Escolar (CAE), a realização de palestras com os pais e alunos sobre os diversos aspectos da alimentação e a compra de verduras produzidas pelos produtores rurais.

Foi implantado, também, um calendário mensal para o CAE agendar as visitas técnicas às escolas e analisar a prestação de contas do programa. Foram criadas, ainda, reuniões bimestrais com as merendeiras, que recebem treinamento, mas também comemoram aniversários e têm momentos de relaxamento e reflexão.

"Decidimos convidar a comunidade para elaborar a alimentação escolar, porque é bom dividir responsabilidades. É um dever ético a tomada de decisões. Todas as ações são voltadas para o controle social, o que acaba gerando a transparência e a competência do programa", garante Giselle Cristina Teixeira, nutricionista que elaborou o projeto. Atualmente são atendidas no município 504 crianças, distribuídas por três escolas rurais, uma urbana e uma creche.

Prêmio - O projeto foi um dos 12 selecionados pelo Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar, da ONG Ação Fome Zero, em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC). Ele ganhou na categoria região Sudeste. Os outros 11 municípios premiados foram Maracás (BA), Goiânia (GO), Araxá (MG), Lucas do Rio Verde (MT), Paragominas (PA), Apucarana (PR), Dois Irmãos (RS), Porto Alegre (RS), Concórdia (SC), Florianópolis (SC) e Criciúma (SC).

 

Repórter: Raquel Maranhão Sá

Fim do conteúdo da página