Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2004

Ministro Tarso Genro inaugura Sala de Atendimento Institucional do FNDE

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quinta, 18 Março 2004 00:00

ASCOM-FNDE (Brasília) - "Um espaço democrático para oferecermos tratamento igual a todos, independente de partido". Assim definiu o Ministro da Educação Tarso Genro, na cerimônia de inauguração da Sala de Atendimento Institucional do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), nesta quarta-feira, 17.

Em um evento concorrido, diversas autoridades vieram diretamente da VII Marcha dos Prefeitos para prestigiar o que consideraram uma conquista que veio confirmar o interesse do Ministério da Educação de aproximar-se de seus interlocutores, contemplando o interesse público. A sala funcionará plenamente a partir da próxima segunda-feira, 22, mas a partir de hoje é possível agendar o atendimento por telefone ou via Internet.

João Luiz dos Santos, Secretário-Executivo da Frente Nacional dos Prefeitos, era um dos mais entusiasmados com a iniciativa. Para ele, a Sala de Atendimento Institucional se traduz em "um espaço conquistado que possibilita a interlocução com maior facilidade". Ele lembra que a peregrinação pelos gabinetes é, às vezes, uma via-crúcis para as pessoas que se dispõem a vir a Brasília em busca de informações e soluções para os problemas em seus municípios.

Segundo a assessoria parlamentar do FNDE, na Sala de Atendimento Institucional, prefeitos, parlamentares, secretários de educação e outras autoridades encontrarão informações centralizadas sobre os programas e projetos desenvolvidos pelo Fundo de maneira ágil e precisa, além de oferecer um tratamento cordial e especializado.

O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na sede do FNDE, em Brasília, no seguinte endereço: Setor Bancário Sul, Quadra 2, Bloco F, Térreo do Edifício Áurea.  Para o agendar uma visita, o interessado deve ligar nos telefones (61) 212.4609, 212.5808 e 212.4877, ou enviar um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..


Repórter: Lucy Cardoso

Fim do conteúdo da página