Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2004

Começa a campanha do livro didático

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Terça, 23 Março 2004 00:00

Assessoria do MEC (Brasília) - Já está nas emissoras de rádio e televisão de todo o País e na página eletrônica do MEC a campanha para incentivar os alunos do ensino fundamental da rede pública a cuidar do livro didático. Patrocinada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) do Ministério da Educação, a campanha é protagonizada pelos atores Douglas e Darlan, conhecidos como Laranjinha e Acerola, personagens que interpretam no seriado Cidade dos Homens, da TV Globo.

Além do filme na TV, com duração de 30 segundos, e do spot no rádio, a campanha faz uso de cartazes e de folders , que serão utilizados pelos professores para conscientizar os alunos da necessidade de conservar os livros. "O estudante deve cuidar do livro, mas o professor é o responsável pelo espírito de cuidado, o animador", afirma Josi Anne Paz, assessora de publicidade do Ministério da Educação.

Um concurso para escolher o estudante que melhor cuidou do livro, a criação de um dia para encapar os exemplares, a reserva de um lugar especial em casa para guardá-lo, estímulo à devolução e explicação aos pais sobre a importância da conservação são algumas das propostas da campanha, que será dividida em duas partes. No primeiro momento, ela incentivará o aluno a cuidar do livro didático na escola e em casa.

No segundo, no final do ano, apresentará o livro em bom estado para que outro aluno possa utilizá-lo. Na TV , o filme será veiculado até 10 de abril . No rádio , até o dia 17 . Os 400 mil cartazes foram distribuídos pelo FNDE em 149.968 escolas públicas de ensino fundamental, 5.561 prefeituras e 27 secretarias estaduais de Educação.

Programa - O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), mantido pelo FNDE, beneficia todas as escolas públicas do ensino fundamental cadastradas no Censo Escolar realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) do Ministério da Educação. Além dos livros de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, Estudos Sociais, História e Geografia, o PNLD distribui dicionários de português e livros em braile. O Brasil é recordista mundial na quantidade de livros didáticos distribuídos: serão 116 milhões de títulos entregues em 2004.


Repórter: Vilany Kehrle

Fim do conteúdo da página