Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Alimentação escolar

FNDE participa de fórum internacional de segurança alimentar no Rio de Janeiro

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Terça, 28 Mai 2019 10:24
FNDE participa de fórum internacional de segurança alimentar no Rio de Janeiro

Pela primeira vez, uma cidade da América Latina é escolhida para receber evento do Pacto de Milão

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), responsável pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), participará do 1º Fórum Regional das Cidades Latino-Americanas Signatárias do Pacto de Milão sobre Política de Alimentação Urbana, no Rio de Janeiro (RJ). O evento reunirá, entre 29 e 31 de maio, no Museu de Arte do Rio (MAR), na Praça Mauá, especialistas de entidades como a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO-ONU), a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat). Também estarão presentes representantes de cidades da América Latina e da Europa, e dos executivos federal e municipal.

O presidente do FNDE, Carlos Aberto Decotelli, participará, no dia 30, da mesa-redonda Território e Desigualdade e falará sobre as experiências obtidas com o Programa Nacional de Alimentação Escolar. O Pnae é o único programa que atende a todas as etapas da educação básica. São mais de 50 milhões de refeições por dia para benefício de 41 milhões de estudantes, da educação infantil ao ensino médio.

Além do atendimento universal, o programa tem um foco especial na educação alimentar e nutricional, buscando implementar hábitos alimentares saudáveis na vida dos estudantes brasileiros. Fora isso, ainda é uma importante política de desenvolvimento regional, já que 30% dos recursos repassados pelo FNDE devem ser investidos por estados e municípios na compra de produtos da agricultura familiar, o que ajuda a fortalecer a economia local.

Rede Global de Alimentação Escolar

Paralelamente ao Fórum, ocorre, a partir desta terça-feira, 28, o 1º Encontro da Rede Global de Alimentação Escolar, promovido pelo Pnae em parceria com a FAO/ONU. O evento é voltado para representantes da América Latina e Caribe.

A Rede é liderada pelo Brasil e foi criada a partir das ações previstas nos termos da Década da Nutrição da ONU (2016-2025), que tem como uma das principais metas assegurar o acesso universal a dietas mais saudáveis e sustentáveis à população mundial.

Em função do destaque que o Brasil tem na área de alimentação escolar, o país é considerado referência mundial, sendo modelo para a implementação de programas similares ao Pnae em dezenas de países ao redor do mundo. Atualmente, o FNDE oferece assistência técnica em projetos de cooperação sul-sul, coordenados pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores, em parceria com a FAO/ONU (alcançando América Latina e Caribe) e o Centro de Excelência Contra a Fome ligado ao WFP/ONU (alcançando África e Ásia).

O Fórum -  O objetivo do encontro é debater políticas alimentares seguras, inclusivas e sustentáveis, que envolvam questões como a diversidade, o respeito à natureza e a minimização do desperdício. Palestras, mesas-redondas e workshops discutirão durante três dias temas como “Alimentação e identidade”, “Território e sustentabilidade” e “Realizações e desafios dos sistemas de alimentação urbana da América Latina”.

Durante os três dias de fórum, mais de 70 especialistas estarão envolvidos nos debates, que visam incentivar a troca de experiências e o diálogo. Ao final do evento, as autoridades participantes assinarão a Declaração do Rio, documento com compromissos gerais para uma aliança latino-americana das cidades signatárias do Pacto de Milão.

O que é o Pacto de Milão

O Pacto de Milão sobre Política de Alimentação Urbana foi assinado em outubro de 2015 na cidade italiana que dá nome ao documento e representa um dos legados mais importantes da EXPO 2015, evento mundial cujo tema foi “Nutrir o Planeta, Energia para Vida”.

O objetivo da iniciativa é criar uma rede de cidades comprometidas com o desenvolvimento e a implementação de sistemas alimentares sustentáveis. O Pacto estimula a troca de ideias e de sugestões sobre como abordar concretamente problemas comuns sobre temas que envolvam alimentação.

Estão previstas duas outras reuniões este ano. O 3º Fórum Regional das cidades signatárias africanas de língua francesa será realizado em Niamey, Níger, em junho. Em outubro será a vez de Montpellier, França, sediar o 5º encontro anual das cidades signatárias do Pacto.

Fim do conteúdo da página