Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
FNDE

Laboratório de Inovação do FNDE trabalha em soluções estratégicas para avanços no Caminho da Escola

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quarta, 27 Novembro 2019 18:24
Laboratório de Inovação do FNDE trabalha em soluções estratégicas para avanços no Caminho da Escola

Técnicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação, responsáveis pela execução do programa Caminho da Escola, estão trabalhando na criação de ações estratégicas para mapeamento, monitoramento e construção de indicadores adequados à realidade do programa. As atividades estão sendo desenvolvidas no Laboratório de Inovação da autarquia, espaço colaborativo criado para desenvolver soluções utilizando metodologias ágeis.

A estratégia está sendo elaborada a partir do Modelo Lógico. De acordo com o assessor de Gestão Estratégica do FNDE, Leomir Araujo, trata-se de um instrumento de avaliação de políticas públicas que expõe de forma simples e visual qual é a intervenção de um programa e quais são os resultados e efeitos esperados. “A atividade determina onde o programa está querendo chegar e quais objetivos pretende atingir em termos de produtos, resultados e impactos”, explica.

Em três oficinas, a equipe teve oportunidade de dialogar e refletir sobre os processos de trabalho. A partir do Modelo Lógico, com os indicadores em mãos, é possível aos gestores a compreensão do programa de maneira ampla, o que vai auxiliar o planejamento do sistema de monitoramento da execução do Caminho da Escola.

Um dos indicadores, por exemplo, prevê o somatório de veículos entregues como indicador de resultados. Outro prevê o somatório dos entes federados capacitados divido pelo total de entes federados do país, o que vai possibilitar o aprimoramento da assistência técnica oferecida pelo FNDE aos estados e municípios.

Caminho da Escola – Criado para renovar, padronizar e ampliar a frota de veículos escolares das redes de educação básica pública, o programa é voltado a estudantes residentes, prioritariamente, em áreas rurais e ribeirinhas, e já entregou mais 47 mil ônibus até hoje. Com foco na segurança dos estudantes, o programa contribui para a redução da evasão escolar, uma vez que muitos alunos acabam abandonando o estudo porque não conseguem chegar à escola.

Fim do conteúdo da página