Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Alimentação escolar

FNDE lança livro sobre a 3ª edição da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Sexta, 16 Outubro 2020 17:07
FNDE lança livro sobre a 3ª edição da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional

Obra mostra ações de educação alimentar e nutricional de 20 escolas públicas brasileiras

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) lançou, nesta sexta-feira, 16, o livro da 3ª edição da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional, em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação. A divulgação da obra ocorreu durante evento on-line transmitido pelo canal do FNDE no Youtube.

Buscando incentivar o debate e a prática das políticas alimentares no ambiente escolar, e dar visibilidade às ações já desenvolvidas nas escolas públicas do país, o FNDE promove desde 2017, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), a Jornada de Educação Alimentar e Nutricional. O Edital nº 01/2019/FNDE convocou, pela terceira vez, escolas públicas de educação infantil e ensino fundamental a participarem de concurso de ações de Educação Alimentar e Nutricional, sendo que uma das formas de premiação é a publicação das experiências no livro lançado no evento.

A Educação Alimentar e Nutricional (EAN) caracteriza-se atualmente pela indispensabilidade e relevância diante dos problemas causados por práticas alimentares inadequadas. Nesse sentido, emerge como um dos eixos orientadores das atuais políticas públicas brasileiras de segurança alimentar e nutricional (SAN). O Programa Nacional de Alimentação Escolar tem se constituído como espaço de maior expressão e como estratégia privilegiada de prática de EAN.

No lançamento do livro estiveram presentes o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, o diretor de Ações Educacionais (DIRAE), Garigham Amarante, e a coordenadora-geral do Programa Nacional de Alimentação Escolar, Luciana Gottschall. O evento também contou com a palestra on-line do professor da Universidade Federal do Ceará, José Arimatea Bezerra.

Ao declarar o lançamento do livro da 3ª Jornada de Educação Alimentar e Nutricional, o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, destacou que “a infância representa um período crucial na formação do hábito alimentar de uma pessoa e, nesse sentido, a escola é um espaço privilegiado para promover hábitos alimentares saudáveis para os estudantes”. O presidente ainda reforçou que a Jornada mostra o compromisso da autarquia em incentivar as escolas públicas brasileiras a realizarem ações que estimulem a prática de uma alimentação com hábitos saudáveis.

 O diretor de Ações Educacionais, Garigham Amarante, afirmou que a Jornada surgiu como um instrumento de auxílio à construção de uma escola mais saudável para o estudante. “Não temos dúvida de que a escola pode promover uma alimentação adequada, saudável e segura, inserindo conceitos de alimentação nutricional nos diferentes níveis de ensino”. O diretor lembrou que a Jornada EAN busca envolver toda a comunidade escolar e os atores do PNAE, como os estudantes e suas famílias, merendeiras e nutricionistas, agricultores, técnicos e especialistas da área de educação alimentar.

A coordenadora-geral do PNAE, Luciana Gottschall, explicou que a Jornada acontece em quatro etapas durante todo o ano letivo. No ano de 2019 os temas trabalhados foram relevantes no que diz respeito à alimentação saudável, cultura alimentar e sustentabilidade. As etapas foram: 1) A merendeira como agente transformadora da alimentação escolar; 2) Sustentabilidade na alimentação escolar; 3) Imagem corporal e bullying; 4) Movimento + comida de verdade = saúde.

Luciana Gottschall afirmou que “houve bastante engajamento dos participantes e foi motivo de grande satisfação conhecer as ações desenvolvidas por cada uma das escolas. Não foi uma tarefa fácil selecionar apenas 20 ações para compor esse livro, diante de tantas ações ricas, pensadas com tanto carinho e tão bem executadas”. A coordenadora do PNAE destacou o cuidado de fazer com que o livro contemplasse ações de educação alimentar e nutricional de todas as regiões brasileiras, englobando a diversidade do país. “Esperamos que as ações relatadas nesse livro possam inspirar muitas escolas e pessoas envolvidas com a alimentação escolar”.

Ao explicar os aspectos históricos e pedagógicos sobre a Educação Alimentar e Nutricional (EAN) e a Alimentação Escolar, o professor da Universidade Federal do Ceará, José Arimatea Bezerra, reafirmou a importância da EAN nos dias atuais. “A Educação Alimentar Nutricional não pode mais ser vista somente como algo a ser transmitido, mas sim como um objeto de um processo educativo, no qual se busca o desenvolvimento de estratégias ativas onde as pessoas pensem sobre a forma de se alimentar”.

Segundo o professor, o livro traz diversas experiências para a área de alimentação, e mostra a importância da produção de políticas alimentares no cenário escolar. “Podemos afirmar que o que mais se tem feito em termos de Educação Alimentar Nutricional atualmente são as ações propostas pelo PNAE, a partir do incentivo e do favorecimento das políticas públicas promovidas pelo FNDE, mobilizando e incentivando gestores da educação, nutricionistas e professores, o que fica bem claro no livro da Jornada da Educação Alimentar e Nutricional”.

O livro da 3ª edição da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional pode ser acessado aqui. Para qualquer dúvida a respeito da Jornada EAN, o e-mail de contato é Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

IMG 6468

Da esquerda para a direita:
Garigham Amarante (Diretor de Ações Educacionais-DIRAE),
Marcelo Ponte (Presidente do FNDE) e
Luciana Gottschall (Coordenadora-Geral do Programa Nacional de Alimentação Escolar-CGPAE)
Fim do conteúdo da página