Imprimir esta página
ProInfância

FNDE participa de inauguração de creche em Águas Lindas de Goiás

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quinta, 31 Dezembro 2020 09:47
FNDE participa de inauguração de creche em Águas Lindas de Goiás

Unidade de educação infantil recebeu investimentos de R$ 1.235.496,44 do governo federal

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC), participou da inauguração da Creche Municipal Pr. Geraldo Evaristo dos Santos, em Águas Lindas de Goiás (GO), nesta quarta-feira, dia 30. A unidade contou com investimento de R$ 1.235.496,44, recurso do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), coordenado pelo FNDE.

Representando o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, a diretora de Gestão de Fundos e Benefícios do FNDE, Renata d”Aguiar, destacou a importância da iniciativa para o desenvolvimento da região e para a educação infantil de qualidade.

“Nos últimos oito anos, o FNDE pactuou R$ 35 milhões para Águas Lindas, entre construção de escolas e creches. Em nome do FNDE, reafirmo o nosso compromisso com a continuidade desse trabalho. O município contará com o nosso apoio para a conclusão das obras em andamento e na execução de novas demandas”, pontou Renata d’Aguiar.

A inauguração contou ainda com a presença do atual prefeito da cidade, Hildo Candango, com o vice-prefeito, Luiz Alberto Jiribita e com o secretário de Educação Municipal, Deusimar Macedo Bezerra.

Proinfância – O Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância) busca garantir o acesso de crianças da 0 a 5 anos a creches e pré-escolas, bem como a melhoria da infraestrutura física da rede de educação infantil. O programa atua sobre dois eixos principais: construção de unidades de educação infantil, por meio de assistência técnica e financeira do FNDE; e repasse de recursos para aquisição de mobiliário e equipamentos para as novas unidades.