Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2010

Municípios de Rondônia receberão ônibus escolares

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quarta, 23 Junho 2010 09:59

ASCOM-MEC (Brasília) – Com 95% das estradas sem pavimentação e com 900 estudantes do ensino fundamental para transportar, o município de Cacaulândia, em Rondônia, vai receber este ano o segundo ônibus escolar do programa Caminho da Escola. O primeiro veículo com 31 lugares chegou ao município no final de 2009 e é o único em condições adequadas de transporte de crianças, confessa o prefeito Edir Alquieri.

Cacaulândia, 5,9 mil habitantes, situada no leste do estado, é uma das 22 prefeituras que assinaram convênios com o Ministério da Educação, ontem, dia 22, para receber 32 ônibus do Caminho da Escola. De acordo com o presidente da associação dos municípios de Rondônia, Laerte Gomes, que é prefeito de Alvorada do Oeste, 40 dos 52 municípios do estado estão contemplados com o Caminho da Escola. “É o começo da recuperação da dignidade do transporte de estudantes”, diz.

Criado pelo Ministério da Educação em 2007 para renovar a frota escolar e assegurar o acesso e a permanência dos alunos da área rural na escola, o Caminho da Escola é gerenciado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e já atendeu cerca de três mil municípios com mais de seis mil ônibus, segundo o presidente do FNDE, Daniel Balaban.

No encontro com os prefeitos de Rondônia, o ministro da Educação, Fernando Haddad, explicou que os veículos escolares são certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) e têm todos os itens de segurança. Além da duração média de dez anos dos veículos em estradas precárias, os municípios também vão contar com a economia de combustível, ressaltou.

Haddad disse aos prefeitos que nos últimos sete anos “reescrevemos o capítulo da educação na Constituição Federal”, e citou uma série de ações: o aumento dos repasses do governo federal para a merenda escolar, que passou de R$ 0,13 para R$ 0,30 por aluno ao dia e a ampliação da merenda para a educação infantil, o ensino médio e a educação de jovens e adultos; a definição do piso nacional de salário para os professores; a transferência direta do salário-educação aos municípios; a implantação do ensino fundamental de nove anos; e a construção de creches pelo programa Proinfância.

Veja os 22 municípios que firmaram convênio com o Ministério da Educação para receber ônibus escolares.

transporte2

Ionice Lorenzoni / MEC

Fim do conteúdo da página