Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2010

Estudantes se divertem na Bienal do Livro

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quinta, 19 Agosto 2010 17:06

ASCOM-FNDE (São Paulo) – Criatividade e descontração andaram de mãos dadas nesta quinta-feira, 19, no estande do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na Bienal do Livro de São Paulo. O ilustrador Andres Sandoval e o contador de histórias Francisco Marques, o Chico dos Bonecos, empolgaram os estudantes durante boa parte da tarde.

A oficina de colagem dada por Sandoval – que já fez cenografia no cinema, como em Rá-tim-bum, o filme – transformou o estande em um mosaico de cores, retalhos e muita bagunça. “Essa brincadeira é muito legal”, elogiou Rogério Lino de Almeida, de dez anos. Aluno do 5º ano da escola municipal Jardim Laranjeiras, ele exibia sua criação: “É o monstro do bem, porque tem um coração grande em vermelho!”.

Já Chico dos Bonecos intercalou uma divertida narração de lendas e fábulas com o resgate de brinquedos antigos, como a escada de maracá e o jabolô. Este último, por sinal, foi o que mais chamou a atenção de Karine Barros Silva, de oito anos. “O jabolô faz um barulho que é demais”, disse a aluna do 3º ano da escola municipal Arthur Azevedo.

Criação – Pela manhã, quem ocupou o palco foi o escritor angolano Ndalu de Almeida. Ficção e histórias pessoais ligadas a Luanda, a capital de Angola, são o tema principal de seus romances, contos e poesias. Radicado no Rio de Janeiro desde 2007, ele surpreendeu os estudantes com seu processo de criação: “Não uso computador nem máquina de escrever”, contou. “Só escrevo a mão, sobretudo contos e poesias, que dependem de ideias repentinas”.

estudantes_estande_fnde_bienal2010
Estudantes no estande do FNDE

Assessoria de Comunicação Social do FNDE

Fim do conteúdo da página