Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Programas do livro

Alunos capixabas batem recorde de leitura de livros

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Sexta, 31 Julho 2009 00:00

ASCOM-FNDE (Brasília) – Com 2.780 livros lidos pelos alunos das séries iniciais do ensino fundamental em 2008, a Escola Estadual Boa Vista, do município de Cariacica, no Espírito Santo, é um exemplo de como conquistar resultados aliando apoio externo à gestão interna. Abastecida com obras do Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE), executado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), sua biblioteca deu suporte ao projeto A Viagem na Leitura, um dos vencedores do Prêmio Sedu Boas Práticas na Educação, promovido pela Secretaria Estadual de Educação capixaba no ano passado.  

O A Viagem na Leitura visa formar leitores com visão crítica do mundo. Para isso, estimula os estudantes a realizarem diversas atividades que permeiam o universo da escrita, como produção e reescrita de textos, pesquisas sobre autores, dramatizações, edição de jornais e composição de músicas e poemas. “Em todas as ações, os alunos têm poder de decisão. Assim, eles se sentem responsáveis pelo que constroem”, afirma a diretora da Escola Estadual Boa Vista, Maria Delza Carreiro Rocha. O campeão de leituras em 2008 foi o estudante da 4ª série Diego Carlos dos Santos Aigner, com 80 livros devorados durante o ano letivo.

Parte dos R$ 25 mil ganhos na premiação foi usada na compra de novos livros, todos escolhidos pelos alunos. “Levantamos seus autores prediletos e compramos de acordo com a curiosidade delas”, diz a diretora. O restante do dinheiro tem sido investido na aquisição de novos equipamentos e mobiliário para a biblioteca, que também atende a comunidade.

Autores mirins - Segundo Maria Delza, o empenho dos alunos surpreendeu a equipe pedagógica e motivou mudanças no projeto. Até o ano passado, a criança devia contar aos colegas a história de cada obra, como forma de desenvolver a oralidade. Agora, o aluno deve apresentar textos baseados no que aprendeu com o livro enriquecidos com suas experiências pessoais. “Assim, cada aluno terá seu próprio livro”, afirma Maria Delza, que pretende editar as obras dos estudantes .

Outras atividades do projeto A Viagem na Leitura são o coral Cantando e Aprendendo, que agrega a música às produções textuais dos estudantes, e condução, pelos alunos, de um telejornal com notícias literárias e declamação de poemas.

Concurso
- O Prêmio Sedu Boas Práticas na Educação foi instituído pelo Decreto nº 1884, de 18 de julho de 2007, de 19 de julho de 2007. Aberto a projetos de escolas da rede pública estadual, tem duas categorias: boas práticas do professor e boas práticas da gestão escolar. A primeira categoria divide-se em uso de tecnologias na sala de aula; temas contemporâneos; e práticas inovadoras de leitura, escrita e ensino da matemática. Fazem parte da categoria da gestão escolar: redução do abandono/evasão; parceria família-escola; e gestão de serviços e recursos. O projeto vencedor de cada eixo temático recebe R$ 25 mil e o segundo colocado, R$ 20 mil. Esses recursos devem ser destinados exclusivamente à consolidação, ampliação ou manutenção do projeto.

De 2 de setembro a 9 de outubro próximos, as escolas podem inscrever projetos para a terceira edição do concurso. A premiação será em 3 de dezembro. Para mais informações, acesse www.educacao.es.gov.br.

Assessoria de Comunicação Social do FNDE

Fim do conteúdo da página