Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Programas do livro

Relacionamento com parceiros é destaque na abertura de encontro

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quarta, 14 Março 2012 14:21

Na abertura do 13º Encontro Técnico Nacional dos Programas do Livro, ontem, 13, em Curitiba, o diretor de ações educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Rafael Torino, enfatizou a importância da relação dos parceiros do FNDE para melhorar a logística nos programas do livro. O evento, que se encerra na sexta-feira, 16, tem como objetivo discutir, avaliar e planejar as ações do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e do Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE).

Segundo Torino, em 2011, o FNDE comprou 20% a mais que no ano anterior, se tornando um recordista na aquisição de livros e, por isso, é fundamental regular a relação de todos os parceiros envolvidos nos programas para garantir uma distribuição eficaz. “Já resolvemos a questão da universalização do acesso ao livro, precisamos agora afinar nossa logística, distribuição, verificando locais onde há desperdício e, em outros lugares, falta de livros”, disse.

Participam do encontro gestores municipais e estaduais de educação, representantes de escolas federais, membros do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), além de outros parceiros do FNDE, como integrantes das secretarias de Educação Básica (SEB) e de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), do Ministério da Educação, e representantes do Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), dos Correios e de órgãos de controle, como a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

Concurso – Na abertura do evento, os vencedores do concurso Ações Inovadoras no Livro Didático - três secretarias de educação, uma escola em cada uma das cinco regiões do país e uma unidade de ensino em âmbito nacional – receberam certificados de premiação. As práticas vencedoras serão apresentadas no encontro na quinta-feira, 14, e na sexta-feira, 15.

Criado no ano passado, o concurso tem como objetivo selecionar e premiar as melhores práticas sobre remanejamento, conservação e devolução dos livros, além de disseminar essas experiências para que redes de ensino possam aplicá-las em suas localidades.

Diversos municípios e escolas brasileiros participaram da primeira edição do concurso com apresentação de práticas que podem ajudar a aumentar o percentual de devolução do livro didático ao final do ano letivo.

Os vencedores dessa edição, na categoria 1,  iniciativas de secretarias de educação, foram a Secretaria Municipal de Educação de Macaé-RJ, primeira colocada, seguida da Secretaria de Estado de Educação de Rondônia-RO e da Secretaria Municipal de Educação de Maranguape-CE.

Já para receber o prêmio na categoria 2,  estavam os representantes da Escola Estadual Geraldo Melo dos Santos, de Maceió-AL, destaque em âmbito nacional, e  das outras cinco escolas em cada uma das regiões brasileiras: Escola Estadual Waldemiro Peres Lustoza, de Manaus-AM (Norte); Escola Estadual de Educação Básica Padre Francisco Goettler, de Jaboticaba-RS (Sul); Escola Municipal Francisco Primo de Melo, de Araxá-MG (Sudeste); Escola Municipal Luiza Bezerra de Souza, de Iguatu-CE (Nordeste); e o Centro de Ensino Fundamental 306 Norte, de Brasília-DF (Centro-Oeste).

O diretor de ações educacionais do FNDE ao lado de mentros sentados enfatizou a importância da relação dos parceiros do FNDE para melhorar a logística nos programas do livro

Fim do conteúdo da página