Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2009

Caminho da Escola é terceiro colocado em concurso da Enap

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quinta, 16 Abril 2009 00:00

ASCOM-FNDE(Brasília) - O programa Caminho da Escola, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), recebeu na tarde desta quinta-feira, 16, o prêmio pela terceira colocação no 13º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Concedido anualmente pela Enap, ele estimula iniciativas para a melhoria dos serviços públicos e valoriza os servidores que atuam de forma criativa.

Com o terceiro lugar, membros da equipe do programa farão uma visita técnica ao Canadá. O primeiro e o segundo colocados são o Ministério da Educação, pelo Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Simec), e o Instituto Nacional do Seguro Social (pelo Atendimento Programado). O vencedor ganhou uma viagem técnica à França e o segundo, à Espanha. Todos os finalistas receberam o Selo Inovação, um livro com as experiências do concurso e terão suas iniciativas divulgadas no sítio da Enap na Internet, em www.inovacao.enap.gov.br.

O ministro Fernando Haddad destacou o empenho das equipes do MEC e do FNDE e afirmou que os modelos das iniciativas vencedoras já estão inspirando ações em vários ministérios. “Uma premiação como essa mostra toda a força do serviço público nos campos da inovação e da gestão”, afirmou.

Para o diretor de Administração e Tecnologia do FNDE, José Carlos Wanderley de Freitas, “o prêmio demonstra a maturidade institucional alcançada pelo Fundo, e o Caminho da Escola revela nossa capacidade de articulação com outros órgãos federais e um novo olhar para as compras governamentais”.

Veículos e barcos – Criado em 2007, o Caminho da Escola tem por objetivo renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar, ampliando, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na educação básica da zona rural das redes estaduais e municipais. Também visa à padronização dos veículos de transporte escolar, à redução dos preços dos veículos e ao aumento da transparência nessas aquisições.

O programa consiste na aquisição, por meio de pregão eletrônico para registro de preços realizado pelo FNDE, de veículos padronizados para o transporte escolar. Existem três formas para estados e municípios participarem: com recursos próprios, bastando aderir ao pregão; via convênio firmado com o FNDE; ou por meio de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que disponibiliza linha de crédito especial para a aquisição de ônibus zero quilômetro e de embarcações novas.

Desde o seu lançamento, 1.300 municípios aderiram ao programa e efetuaram a compra de 2.487 ônibus escolares – 1.150 veículos por meio de financiamento do BNDES; 740 por meio de convênios com o FNDE; e 597 com recursos próprios. Para 2009, o FNDE prevê um investimento de R$ 1,1 bilhão, com a compra de mais de 6.600 ônibus escolares.

Assessoria de Comunicação Social

Fim do conteúdo da página