Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
Programas do livro

Poesias e oficinas ensinam e divertem estudantes na Bienal

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Terça, 14 Agosto 2012 17:12

ASCOM-FNDE (São Paulo) – A programação do estande do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na Bienal do Livro de São Paulo teve nesta terça-feira, 14, uma série de atividades culturais para crianças de 8 a 12 anos. Em encontros com escritores e ilustradores, os alunos puderam se deliciar com poemas, adivinhas, literatura de cordel, oficinas de ilustração e de teatro de sombras.

O primeiro a bater um papo com os estudantes foi José Santos, autor de 15 livros voltados para o público jovem e infantil. Ele apresentou algumas de suas obras aos alunos do 5º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Júlio César de Oliveira, de Pirituba, zona noroeste de São Paulo.

Adivinhas sobre futebol e instrumentos musicais em forma de poesia serviram como aperitivo. Em seguida, o escritor recitou poemas do livro Focinho de porco não é tomada, selecionado pelo Programa Nacional Biblioteca de Escola (PNBE), do FNDE, que distribui obras de literatura e de referência a escolas públicas de todo o país.

O autor pinçou uma série de ditados brasileiros e escreveu poemas que explicam esses ditos populares. “É como escrever a poesia ao contrário. Eu coloco o ditado no fim do poema e depois eu construo o restante”, explicou. José Santos inclusive sugeriu usar a técnica como atividade em sala de aula. “Todo mundo pode ser poeta, escritor, mas tem de escrever e não ter vergonha de mostrar o que fez”, ensinou.

Participante ativo na conversa com o autor, o estudante Vítor, de 10 anos, resumiu o trabalho do escritor na obra: “É tipo uma reciclagem, né?!” E o autor ponderou: “Isso, uma reciclagem poética”.

O escritor já teve seis livros selecionados pelo PNBE e pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). “Participar dos programas foi importante demais para a minha carreira. As editoras passam a te enxergar de forma diferente”, contou.

Uma oficina de ilustração deu início às atividades no auditório do FNDE na parte da tarde. Com a orientação do ilustrador Fábio Sgroi, os estudantes 5º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Professor Rosendo Duarte Lobo, de Pereiras (SP), criaram uma história com palavras. Cada um deu uma pequena contribuição. Depois, foi a vez de pegar no pincel e fazer desenhos para ilustrar a história.

Logo em seguida, mais um bate-papo. A escritora e ilustradora Nireuda Longobardi apresentou seu livro Mitos e lendas do Brasil em cordel, também selecionado pelo PNBE. Durante o encontro, os estudantes conheceram sobre literatura de cordel e a técnica da xilogravura, que usa a madeira como molde para as ilustrações.

Amanhã, 15, a programação do estande do FNDE abrange o público jovem e infantil. Os autores Pedro Bandeira e Lucia Bettencourt apresentarão suas obras O fantástico mistério de feiurinha e Cobra apaixonada, respectivamente. Também haverá oficina de ilustração e contação de histórias.

Veja a programação completa

José Santos em pé palestrando para crianças sentadas em auditório

Fim do conteúdo da página