Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2005

Sistema de controle de livros didáticos ganha prêmio de gestão pública

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quarta, 21 Dezembro 2005 01:00

ASCOM-FNDE (Brasília) - O Sistema de Controle de Remanejamento e Reserva Técnica (Siscort) dos livros didáticos enviados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) às escolas públicas de todo o país foi premiado no 10º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal. O c oncurso é uma iniciativa da Enap-Escola Nacional de Administração Pública, em parceria com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, e conta com o apoio das embaixadas da França e Espanha para financiar as premiações.

O certame tem por objetivos estimular a implementação de iniciativas inovadoras de gestão em organizações do governo federal, entendendo iniciativas inovadoras como melhoria de práticas anteriores ou novas práticas de trabalho que sirvam de inspiração ou referência para outras experiências; difundir idéias criativas, inéditas ou não, que resultaram mudanças em relação a práticas anteriores; e valorizar dirigentes, gerentes e servidores públicos federais que contribuíram com a melhoria para o serviço público e geraram resultados para a sociedade.

Desde 1996, quando foi instituído, o Concurso Inovação na Gestão Pública Federal recebeu mais de 826 inscrições, tendo premiado 241 experiências. Esse conjunto de experiências constitui um grande acervo de conhecimento sobre como melhorar e aperfeiçoar concretamente a administração pública brasileira.

Controle via Internet - O Siscort é um software desenvolvido pelo setor de informática do FNDE, disponibilizado na Internet, que permite às escolas públicas e secretarias estaduais e municipais de Educação remanejarem os livros didáticos do ensino fundamental e médio distribuídos pelo PNLD. O sistema contabiliza o número de títulos enviados para cada escola, permitindo que a instituição, após informar o seu alunado real, saiba automaticamente se e onde há excesso ou escassez de livros, por disciplina e por série.

Em caso de carência ou excesso de livros, as escolas podem verificar sua disponibilidade nas unidades educacionais mais próximas ou registrar possíveis sobras em sua instituição. Com base nesses dados, podem remanejar suas reservas técnicas a fim de que nenhum estudante fique sem receber as obras didáticas que servirão durante o ano letivo.

"E stamos trabalhando nesse sistema há mais de três anos, com uma equipe muito grande de técnicos tanto dos programas do livro quanto da coordenação de informática", afirma a coordenadora de produção e distribuição da Diretoria de Ações Educacionais do FNDE, Sonia Schwartz, que inscreveu a iniciativa no concurso. O Siscort começou a ser implantado em 2004, de modo experimental, e passou a funcionar definitivamente neste ano. Segundo Sonia, ele decorreu de sugestões apresentadas durante os encontros técnicos anuais dos programas do livro didático. Mas, para o sucesso da iniciativa, ela considera fundamental a participação e a colaboração dos coordenadores dos programas do livro das secretarias de Educação estaduais, municipais e das capitais, além da parceria da Undime.

Assessoria de Comunicação Social do FNDE

Fim do conteúdo da página