Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2012

Fundo de garantia democratiza acesso ao ensino superior

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Terça, 27 Novembro 2012 14:11

Instrumento criado em 2010 para democratizar ainda mais o acesso ao ensino superior ao dispensar o papel do fiador para contratar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC) já é utilizado como garantia em mais de 240 mil contratos de crédito do Fies firmados desde 2010 – 41% do total de financiamentos concedidos no período.

Apenas este ano, mais de 190 mil estudantes contrataram financiamentos do Fies com a garantia do FGEDUC, número que representa 53% dos contratos firmados em 2012. O valor total dos financiamentos formalizados sem fiador chega a R$ 8,6 bilhões, sendo que R$ 1,9 bilhão já foi devidamente utilizado.

“Com o FGEDUC, o Fies se consolidou como uma das principais políticas de democratização do acesso de estudantes de baixa renda ao ensino superior”, afirma Antônio Corrêa Neto, diretor de Gestão de Fundos e Benefícios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), agente operador do Fies. “Em 2010, quando foi lançado o FGEDUC, 1,7 mil contratos foram firmados com essa nova garantia. Em 2011, esse número passou para 49 mil e agora, em 2012, mais da metade dos contratos firmados tem a garantia do fundo”, completa o diretor.

Estudantes com bolsa parcial do Prouni, de cursos de licenciatura ou com renda familiar mensal bruta per capita de 1,5 salário mínimo podem recorrer ao FGEDUC, mas é necessário que a faculdade tenha aderido ao Fies e ao fundo garantidor. Atualmente, 1.047 mantenedoras de instituições de ensino superior participam do Fies, sendo que 466 já aderiram ao FGEDUC, englobando 756 instituições.

Fim do conteúdo da página