Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2008

Peixe será introduzido na alimentação escolar

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quinta, 27 Novembro 2008 01:00
ASCOM-FNDE(Brasília) - Arrumadinho de peixe, escondidinho de tilápia e baião de dois com peixe (baião de três). Pratos típicos da culinária nordestina que trocaram a carne pelo pescado estarão presentes no cardápio de algumas escolas públicas do interior de Pernambuco em 2009. Esta será a segunda etapa do Programa de Inclusão do Pescado na Alimentação Escolar, uma parceria firmada entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (Seap). O andamento do projeto foi apresentado na tarde desta quinta-feira durante o 4º Encontro Nacional de Alimentação Escolar, realizado em Natal-RN até amanhã.

Na primeira fase do programa, durante este ano, o Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar da Universidade Federal de Pernambuco (Cecane/UFPE) promoveu a capacitação de atores envolvidos em 21 municípios do interior de Pernambuco. Os treinamentos foram voltados para pescadores, merendeiras, nutricionistas, conselheiros de alimentação escolar e gestores públicos. “Os pescadores aprenderam a manipular o pescado e as merendeiras gostaram de trabalhar com o peixe logo de início, apesar das reclamações sobre o cheiro antes de começar a parte prática”, brincou Sônia Lucena, coordenadora do Cecane.

Na segunda etapa, os pratos já testados serão introduzidos na merenda dos estudantes de cinco desses municípios. “A intenção é oferecer aos alunos um produto de alto teor protéico”, afirmou José Claudenor Vermohlen, subsecretário de Planejamento da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca. Além disso, o Cecane também pretende ampliar o projeto para mais 20 municípios do litoral pernambucano.




Assessoria de Comunicação Social
Fim do conteúdo da página