Ir direto para menu de acessibilidade.

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2008

Alagoas terá capacitação para gestores e diretores de escolas

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Sexta, 17 Outubro 2008 00:00
ASCOM-FNDE(Brasília) - O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) promove, na próxima semana, capacitação sobre o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), em Maceió e Arapiraca, as duas maiores cidades de Alagoas. Técnicos da Secretaria de Estado da Educação, diretores das coordenadorias estaduais e gestores escolares da rede estadual serão informados detalhadamente sobre a execução do programa, que transfere recursos diretamente às unidades de ensino para pequenos investimentos em infra-estrutura física e pedagógica. São esperados 780 participantes nos quatro dias de capacitação.

O objetivo do treinamento é evitar falhas na aplicação dos recursos e informar os gestores sobre as principais modificações no programa. Com isso, o FNDE espera melhorar a execução do PDDE e diminuir a possibilidade de suspensão da transferência financeira.

Em Maceió, a capacitação será no Centro de Formação da Secretaria de Estado da Educação (Av. Fernandes Lima, s/nº, Farol), nos dias 20 e 21. Em Arapiraca, nos dias 22 e 23, na Associação Atlética Banco do Brasil (Rua Gov. Luiz Cavalcante, 1434, Alto do Cruzeiro). No dia 24, técnicos do FNDE percorrerão escolas estaduais para identificar e corrigir possíveis erros na execução do programa.

Ações – Criado em 1995, o PDDE tem a finalidade de prestar assistência financeira suplementar às escolas públicas do ensino fundamental e às privadas de educação especial mantidas por entidades sem fins lucrativos.

Os recursos destinam-se à compra de material de consumo; manutenção, conservação e reparos na unidade escolar; e pequenos investimentos em bens permanentes, como a aquisição de aparelhos de som, por exemplo. O programa também promove a acessibilidade nas escolas públicas e a implantação da educação integral e o funcionamento das escolas nos fins de semana, entre outras ações.

Em 2008, o orçamento do programa é de R$ 944 milhões, para beneficiar 131 mil escolas da rede pública e mais de 27 milhões de estudantes.


Assessoria de Comunicação Social
Fim do conteúdo da página