Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página
2008

Parceria melhora merenda escolar

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Terça, 17 Junho 2008 00:00
ASCOM-FNDE(Brasília) - Com apenas 23 mil habitantes, Santa Rosa de Viterbo, cidade do interior paulista, é exemplo de como uma parceria entre sociedade, programas e órgãos governamentais pode reforçar a merenda escolar da rede pública, modificar hábitos alimentares dos estudantes e garantir renda e sustento aos agricultores. A experiência do município foi apresentada nesta terça-feira, 17, durante o Seminário Nacional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que vai até amanhã, 18, na Academia de Tênis.

Na pequena localidade, são servidas diariamente oito mil refeições em todas as escolas municipais e estaduais de educação infantil e básica. Atualmente, a alimentação é reforçada com produtos orgânicos da agricultura familiar, doados pela Companhia Nacional de Abastecimento, por meio do PAA. Mas nem sempre foi assim. Há três anos, esse município do nordeste paulista assistia à expansão da cultura de cana-de-açúcar e ao empobrecimento dos pequenos agricultores, que não tinham meios eficientes de comercializar sua produção.

Em 2005, a partir de uma iniciativa do Conselho de Alimentação Escolar do município – órgão de controle social sobre a merenda escolar –, o programa foi apontado como instrumento para resolver dois problemas: melhorar a qualidade da alimentação nas unidades educacionais e garantir a venda da produção da agricultura familiar.

Difícil comercialização - “Antes de 2005, não tínhamos onde vender os produtos. Fazíamos isso na rua, de porta em porta”, diz Luciana Cristina Alves, produtora de hortifrutigranjeiros orgânicos que passou a vender sua produção para o programa, que a repassava para a prefeitura de Santa Rosa reforçar e melhorar a merenda escolar.

Segundo Sueli Nilza da Silva, assessora da prefeitura na área de segurança alimentar e política agrária para pequenos produtores, “uma das maiores fontes de escoamento da produção do pequeno agricultor do município é a merenda escolar, e estamos resgatando os pequenos produtores de forma qualitativa, com capacitação para a agricultura orgânica”, afirma.

Reforço – Em 2007, a prefeitura de Santa Rosa de Viterbo recebeu do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação R$ 168 mil para a alimentação escolar. Com a parceria, foram doados R$ 56 mil em produtos da agricultura familiar por meio do PAA, executado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em parceria com os ministérios do Desenvolvimento Social e do Desenvolvimento Agrário.


Assessoria de Comunicação Social
Fim do conteúdo da página