Imprimir esta página
2007

Escola baiana implanta programa de segurança alimentar

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE com informações do Ministério da Educação
  • Quinta, 01 Novembro 2007 01:00

ASCOM-MEC (Brasília) – A Escola Agrotécnica Federal (EAF) de Senhor do Bonfim, Bahia, implantou em seu refeitório um programa de boas práticas para aumentar a segurança alimentar dos alunos e servidores que ali fazem refeições diariamente. O programa compreende ações de controle de qualidade dos alimentos e da água, manejo de resíduos, cuidados com a saúde e a higiene dos colaboradores. A adequação da estrutura física, treinamento dos colaboradores e o controle da higienização das instalações, móveis, equipamentos e utensílios também merecem atenção.

Quando o programa estiver plenamente implantado no refeitório, a escola iniciará a adequação das demais unidades de produção, preparação, armazenamento e comercialização de alimentos. Assim, o abatedouro, as unidades de fabricação de alimentos, o almoxarifado e a cantina devem ser contemplados. As práticas também serão implantadas na produção primária.

A base do trabalho da escola é a Resolução nº 216 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em 15 de setembro de 2004. O texto dispõe sobre o regulamento técnico de práticas para serviços de alimentação.

Segundo pesquisa do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura da Bahia, cerca de 70% das vagas em hospitais são ocupadas por pessoas que ingeriram alimentos contaminados, o que representa enorme perda para os cofres públicos.


Rodrigo Farhat, com informações da Assessoria de Imprensa da EAF