Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Breadcrumbs

Início do conteúdo da página

MEC, FNDE e Inep participam de seminário estadual da Undime em São Paulo

  • Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE
  • Quarta, 01 Fevereiro 2017 10:41
MEC, FNDE e Inep participam de seminário estadual da Undime em São Paulo

Cerca de 500 pessoas estiveram presentes no encontro, que debateu a gestão em rede e a agenda dos 100 primeiros dias dos novos dirigentes de educação

O Ministério da Educação, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) participaram do seminário "A Gestão da Educação Municipal em Rede", nesta terça-feira, dia 31, na capital paulista. Promovido pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de São Paulo (Undime-SP), o encontro focou nos desafios da gestão educacional em rede e na agenda dos 100 primeiros dias de atuação dos novos dirigentes municipais de educação.

Durante a abertura do encontro, a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro, discorreu sobre a importância da Base Nacional Comum Curricular, que deve ser encaminhada ao Conselho Nacional de Educação, em março deste ano, para apreciação. "A base está prevista desde 1988, portanto é antiga a necessidade da implementação de conteúdos mínimos de aprendizagens essenciais. O regime de colaboração entre União, estados e municípios é crucial para que consigamos melhorar a qualidade de ensino e a capacidade de oferta", ponderou. "Isso resultará na melhoria do currículo, na melhor formação de professores para anos iniciais e finais e, principalmente, no acolhimento aos alunos na fase de transição do ensino municipal para o estadual." 

Também presente no evento, o diretor de Gestão e Articulação de Projetos Educacionais do FNDE, Leandro Damy, falou sobre o crescimento de cerca R$ 3 bilhões no orçamento do Fundo para este ano. "É o retrato do compromisso do presidente Temer e da gestão do ministro da Educação, Mendonça Filho, com a melhoria da educação do país", afirmou.

O diretor ressaltou a necessidade de as prefeituras do Estado de São Paulo ficarem atentas com os procedimentos para retomar, em tempo, as obras paralisadas, concluir as que estão em andamento e iniciar aquelas que já estão garantidas, com recurso empenhado, mas que precisam da ação imediata dos novos gestores para o começo das construções. “Cerca de 340 obras estão por iniciar no estado", completou. 

Damy também discursou sobre o Plano de Ações Articuladas (PAR). "O ministro Mendonça Filho tomou uma decisão muito acertada em manter aberta a fase de diagnóstico do PAR para que os novos gestores possam revisar os diagnósticos de seus municípios e, em seguida, abrir o processo de ações a partir do mês de abril deste ano", comentou. “Em São Paulo, somente 26 municípios estão com diagnóstico concluído, portanto, é necessário se atentar para não perder o prazo", concluiu. 

Segundo levantamento da Undime, cerca de 76% dos gestores educacionais do Estado de São Paulo são novos dirigentes, o que, segundo a presidente da Undime-SP, Marialba Carneiro, "gera uma necessidade ainda maior de acompanhamento e acolhimento desses novos gestores para que não percam os prazos e, principalmente, para que se inteirem rapidamente dos processos e consigam alavancar as ações de educação em seus municípios". 

A mesa de abertura do encontro também contou com a presença da presidente do Inep, Maria Inês Fini; do secretário de Educação Básica do MEC, Rossieli Soares; do secretário estadual de Educação de São Paulo, José Renato Nalini; além de Carlos Sanches, representante da Undime Nacional, e de Carlos Alberto Filho, da Associação Paulista de Municípios.  

Cerca de 500 pessoas acompanharam os debates desta manhã, entre prefeitos e dirigentes municipais e estaduais de educação. Na parte da tarde, haverá orientações sobre prestação de contas e uma série de palestras e oficinas sobre ações e programas do governo federal na área de educação, como o Plano de Ações Articuladas (PAR), o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), o Mais Educação e o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

 

Mais informações sobre o evento estão disponíveis no site da Undime-SP.

Fim do conteúdo da página